paralax-1
paralax-2

Escola Profª Ana Bueno

O nascimento da escola

Ana-Bueno-A Escola “Professora Ana Bueno” surgiu da necessidade que sentia a comunidade de uma escola particular e, também, da necessidade que as fundadoras, Maria Virgínia Lambert e Maria Cecília Lambert Pereira, aposentadas na Rede Pública de Ensino, sentiram de continuar o trabalho em educação que, há mais de 30 anos iniciaram. Para tanto, fundaram uma sociedade e requereram ao C.E.E. a criação da Escola “Professora Ana Bueno”.

A denominação “Professora Ana Bueno” se deve à homenagem que as sócias fundadoras quiseram prestar à professora de mesmo nome que, de seus 46 anos de vida, 30 foram dedicados à alfabetização de crianças. D. Ana, como era chamada, faleceu em 1959, no exercício de suas funções.

Desde a criação, a escola vem exercendo sua função com responsabilidade, honestidade e dedicação sendo, por isso, respeitada pela comunidade.

Quando de sua fundação, a escola funcionava com os 3 períodos da Educação Infantil e as 3 primeiras séries do Ensino Fundamental. Gradativamente, a escola foi implantando séries subsequentes até a conclusão do ensino fundamental e a criação do Ensino Médio, bem como a criação do Maternal.

Hoje a escola funciona com uma sala de Maternal, com a Educação Infantil, com o Ensino Fundamental e o Ensino Médio.

A Filosofia de Educação que norteia os objetivos da escola é baseada na trilogia:

“CIDADANIA – EDUCAÇÃO – CULTURA”

Quem Foi D. Ana Bueno

ana_bueno

 

 

D. Ana Bueno nasceu em Cambuí, em 25 de outubro de 1913. Iniciou sua carreira de professora aos 14 anos e 5 meses, no bairro do Portão, Município de Cambuí/MG.

D. Ana era uma apaixonada pela profissão. Embora leiga, tinha a arte de ensinar. Era intuitiva e aplicava, naquele tempo, métodos que só muito mais tarde seriam descobertos, como o Método Global de Alfabetização. Por isso mesmo, em sua vida profissional, sempre foi alfabetizadora. Muitas gerações ainda se lembram de D. Ana como a professora que ensinava a ler.

D. Ana Bueno fez sua passagem – para uma vida melhor num plano superior – no dia 04 de janeiro de 1959, com 45 anos e 3 meses de idade e em pleno exercício da profissão que ela amava: PROFESSORA.